Buscar por:  

Atividades no Setor de Petróleo, Gás, Bioenergia e Petroquímica em 2011:



1. Representação do setor de máquinas e equipamentos no Conselho Deliberativo e Conselho Consultivo da Organização da Indústria do Petróleo – ONIP.

2. Representação dos interesses dos fabricantes de máquinas e equipamentos no diversos fóruns institucionais e governamentais:

- Onip – Membro da Comissão de Avaliaçãode Empresas Fabricantes de Navipeças e do Comitê Gestor do Catálogo deNavipeças –  O catálogo tem como principal objetivo servir como instrumento de apoio a Política de Desenvolvimento Produtivo do Governo Federalpara a indústria naval e inserção de novas empresas nacionais como fornecedorasde navipeças e, consequentemente, contribuir para o aumento do Conteúdo Localnas embarcações e plataformas.

- Onip – Núcleo de Política Industrial – Coordenação de projetos – Estruturado pela Onip com a participação de algumas de suas associadas, o Núcleo tem como objetivo implementar as ações da Agenda de Competitividade do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e ComércioExterior. A ABIMAQ representa os interesses da indústria de bens de capitalmecânico no referido núcleo e lidera dois projetos, a saber: a) Política 8: Garantir isonomia tributária, técnica e comercial entre competidores externos elocais; b)Política 9: Estabelecer condições de financiamento e garantias competitivas internacionalmente. Ambos seencontram  em fase final de execução.                                 

- Prominp – Participação em diversosgrupos de trabalho dos comitês: Abastecimento (ABAST), E&P, TransporteMarítimo (TM) e Indústria de P&G (IND P&G) – Prominp - Programa de Mobilização da Indústria Nacional dePetróleo e Gás, criado pelo governo federal, objetiva a implementação de uma política de conteúdo local para o setor, tendo em sua estrutura comitês setoriais para tratar dos principais segmentos da indústria de petróleo e gás natural: Abastecimento, Exploração & Produção; Transporte Marítimo; Indústriade P&G (assuntos comuns em todos os comitês). Assuntos tratados: projetosde investimentos; demandas e capacidade de fornecimento; cadeia produtiva etc.,onde a ABIMAQ defende os interesses de suas associadas que atuam no setor deP&G.

- Coordenação de grupos de trabalho deprojetos específicos aprovados pelo Comitê Executivo do Prominp –  A ABIMAQ, pordecisão do Conselho Executivo do Prominp, assumiu a coordenação dos seguintes projetos: 1. Proposição de extensão do modelo do Programa de Sustentação do Investimento (PSI) para compras que não sejam para incorporar ao ativo fixo docomprador; 2. Estudo comparativo dos impactos da tributação na competitividadee propostas por segmento (válvulas, tubulação, equipamentos elétricos e equipamentos de caldeiraria) para apresentação ao Comitê Executivo do Programa;3. Estimular a cadeia secundária de fornecedores com foco em fundidos eforjados.

- MDIC – Plano Brasil Maior –Representação da ABIMAQ no desdobramento do Plano Brasil Maior no que dizrespeito à indústria de bens de capital mecânico. Representação da ABIMAQ noComitê Executivo da Cadeia de Petróleo, Gás e Naval do MDIC.

- MDIC – Participação no estudo de criação de regime tributário especial para o setor fornecedor (Repeg) - Regime Especial de Petróleo e Gás. Propõe desonerar osegundo e terceiro elos da cadeia que não são alcançados pelo Repetro.

- MME – Participação no estudo de conteúdo local para exploração e produção do Pré-Sal, regime de partilha e cessão onerosa – Ministério de Minas e Energia. Reuniões de estudo da capacidade de fornecimento daindústria nacional, estabelecendo índices percentuais que serão exigidos nasrodadas de licitações da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural eBiocombustíveis) de modo a subsidiar o MME na elaboração dos editais dessaagência.

- MF/SRF – Estudo de impacto do Repetro na indústria debens de capital – Participaçãoem reuniões promovidas pela Secretaria da Receita Federal para análise dosprodutos importados via Repetro e seus impactos na respectiva renúncia fiscal,com as respectivas implicações na diminuição da competitividade da indústrialocal.

- IBP – Membro Efetivo da Comissão de E&P – Instituto Brasileiro do Petróleo, Gás eBiocombustíveis. Representação dos interesses do setor de bens de capital nasreuniões ordinárias da citada comissão onde são tratados diversos assuntos deinteresse do setor, tais como: marco regulatório, formas de contratos,inovação, produtividade etc.

- ANP – Membro do Fórum de Conteúdo Local - Reuniões de estudo da capacidade de fornecimento daindústria nacional e dificuldades na obtenção de certificados de conteúdolocal, abordando detalhes operacionais do Sistema de Certificação de Conteúdo Local.

- Petrobras – Fórum de Materiais –Relacionamento da Petrobras com o mercado – Reuniões periódicas com a área de Materiais da Petrobras, em conjunto  com outras entidades empresariais, tratando dequestões comuns, objetivando a melhoria dos contratos entre a Petrobras e seusfornecedores, a saber: condições de fornecimento de material – CFM, fluxo decaixa, financiamentos, qualificação, cadastro de fornecedores, participação emvendor lists dos empreendimentos, etc. Resultadosobtidos: 1. Condições mais favoráveis ao fornecedor na limitação deresponsabilidade para Danos Diretos, Danos a Terceiros e Danos Ambientais, 2.Execução da Garantia do Bem; 3. Rescisão Contratual; 4. Postos Avançados de Cadastramento de Fornecedor, etc.

- Petrobras/Rnest – GT Conteúdo Local – Grupo criado para análise de demandas não atendidas pelo mercado supridor nacional na construção da Refinaria Abreu e Lima (PE).

- Petrobras - Rede para Melhoria da Gestãoda Cadeia Nacional de Fornecedores de Bens e Serviços – Participação por convite da Petrobras, defendendo os interesses da indútria de bens de capital mecânicos.

- Sobena (Sociedade Brasileira deEngenharia Naval) – Membro doConselho Consultivo como representante da indústria. O principal foco deatuação é aumentar o conteúdo local nas embarcações através das especificaçõesde equipamentos brasileiros nos projetos das embarcações.

- CE-EPC (Centro de Excelência em EPC (Engineering, Procurement and Construction)) – Membro do Conselho Consultivo – Objetiva oincremento da capacidade técnica e competitiva das empresas da cadeia de EPC voltadasao segmento de petróleo e gás.

- FBTS (Fundação Brasileira de Tecnologia da Soldagem) – Membro do Conselho de Administração como representante da indústria de bens de capitalmecânico.

- MCT - Membro do Conselho Gestor CT-Petro, com nomeação pelo Ministro – Fundo Setorial do Petróleo e Gás Natural, gerido pela FINEP. Tem como objetivofornecer  apoio financeiro à inovação nacadeia produtiva do setor de petróleo e gás natural, a formação e qualificação de recursos humanos e o desenvolvimento de projetos em parceria entre empresase universidades, instituições de ensino superior ou centros de pesquisa do País. Os resultados esperados são: o aumento da produção e da produtividade, aredução de custos e preços e a melhoria da qualidade dos produtos do setor. A participação da ABIMAQ tem como principal objetivo viabilizar a concessão deincentivos creditícios ao desenvolvimento de novos produtos diretamente àsempresas.

- NNO – Niterói Naval Offshore – Membro do Comitê Organizador, sugerindo temas e ministrantes para conferência.

- Apoio às câmaras setoriais da ABIMAQ nos assuntos de petróleo e gás, através do atendimento às associadas, acompanhamento das respectivas diretorias em reuniões com a Petrobras e participação em reuniões quando solicitado para esclarecimentos e informações sobre o setor de P&G.

3. Apoio às empresas associadas participantes do rateio Onip na resolução de dúvidas e/ou problemas no setor (atividade permanente).

4. Participação em eventos (workshop, seminários, feiras etc.) com defesa das posições da ABIMAQ e apoio às associadas presentes nos citados eventos.

5. Desenvolvimento e divulgação da capacitação da Cadeia Produtiva de Bens de Capital para  o Setor de O&G, incluindo a apresentação a autoridades e executivos do setor.

6. Apoio às Operadoras dePetróleo na indicação de fabricantes nacionais e às empresas estrangeiras quebuscam parcerias no país.

7. Catálogo de fabricantespara o setor de O&G – elaboração e manutenção de Catálogo eletrônico contendoa capacitação tecnológica e capacidade de fabricação dos diversos fabricantesnacionais que atuam no setor de P&G, não só para incrementar a venda deseus produtos no Brasil e no exterior, como também para facilitar a formação deparcerias técnicas e ou comerciais.

8. Eventos em 2011:

- 2011-01 – IBP – Palestra sobre Perspectivas Macroeconômicas, Rio de Janeiro;

- 2011-01 – ABIMAQ/CEF – Seminário Oportunidades no setor de O&G, Piracicaba*;

- 2011-01 – SOBENA - Seminário EIC -Energy Industrial Council, Rio de Janeiro*;

- 2011-01 – 1º ENERGEN LATAM – Energy Generation Congress Latin America, Rio de Janeiro*;

- 2011-02 – PROMINP – Reunião Projeto IND P&G 36, Rio de Janeiro;

- 2011-02 – PETROBRAS – Lançamento da Cartilha Hold Points em inspeções de fabricação, Rio de Janeiro;

- 2011-01 – ABIMAQ/CEF – SeminárioOportunidades no setor de O&G, Sorocaba*;

- 2011-02 – PETROBRAS – Conteúdo Local nos “Master Vendor Lists – MVLs dos empreendimentos gerenciados pela Engenharia daPetrobras, Rio de Janeiro;

- 2011-02 – ABIMAQ/FGV – Oportunidadesno setor de O&G, Belo Horizonte*;

- 2001-02 - AMCHAM – Seminário Odesafio do conteúdo local no setor de petróleo e gás natural: atualização da regulação e perspectivas, Rio de Janeiro*;

- 2011-02 – ACRJ – Almoço empresarialcom o Ministro Fernando Pimentel (MDIC), Rio de Janeiro;

- 2011-03 – ABIQUIM – Oportunidades no setor petroquímico, São Paulo*;

- 2011-03 – UK ENERGY IN BRASIL, Rio deJaneiro*;

- 2011-03 – UK Trade & Investments –Reunião durante a visita de Susan Haird, Chief Executive do UKTI, Rio deJaneiro;

- 2011-03 -  PROMINP – Reunião Projeto IND P&G 36, Riode Janeiro;

- 2011-04 – SP – GOV. ESTADO – Reunião com a Petrobras, São Paulo*;

- 2011-04 – ANP – Audiência Pública, Rio de Janeiro sobre Conteúdo Local nos futuros leilões de áreas para exploração e produção de Petróleo e Gás;

- 2011-04 – ONIP – Café com Energia comTarso Genro (Governado do RS), Rio de Janeiro, sobre as oportunidades denegócio no Rio Grande do Sul;

- 2011-05 – OTC 2011, Houston;

- 2011-05 – PETROBRAS – Ampliação dopatamar de Conteúdo Local nas listas mestras de fornecedores, Rio de Janeiro;

- 2011-05 – ABMAQ/CEF – SeminárioOportunidades no setor de O&G, São Paulo Capital*;

- 2011-05 – ABIMAQ/CEF – SeminárioOportunidades no setor de O&G, Ribeirão Preto*;

- 2011-06 – ABIMAQ/CSAG – Oportunidadesno setor de Óleo e Gás, São Paulo*;

- 2011-07 – ABIMAQ - Seminário“Conteúdo Local no Setor de Petróleo e Gás - Visão dos Operadores, Fornecedores, Certificadores e Autoridades Governamentais, São Paulo*;

- 2011-07 – IBP – Palestra de HugoRepsold, Gerente Geral de Investimentos em E&P da Petrobras, sobre alternativas de contratação nos empreendimentos de E&P gerenciados pela Petrobras.;

- 2011-07 – PETROBRAS – Reunião com oPresidente da Petrobras para apresentação do Plano de Negócios 2011-2015, Riode Janeiro;

- 2011-07 – Consulado da Coréia (KROTA)– Rodada de Negócios, Rio de Janeiro*;

- 2011-08 – Pre-Salt Forum Brazil. Rio de Janeiro*;

- 2011-08 – Energy Summit 2011 –Incentivos aos fornecedores da cadeia de suprimento de petróleo e gás, Rio de Janeiro*;

- 2011-08 – Fórum de Conteúdo Local,Rio de Janeiro*;

- 2011-08 – Pre-Sal Forum Brazil 2011,Rio de Janeiro*;

- 2011-08 – SRF – Seminário Repetro,Rio de Janeiro* - Promovido pela Divisão de Assuntos Aduaneiros – DIANA, da Secretaria da Receita Federal;

- 2011-08 – ABIMAQ/CEF – Seminário deMobilização das Empresas do Alto Tietê, Guarulhos*;

- 2011-08 – IBP – Palestra PETROBRAS –COMPERJ proferida pelo Diretor Paulo Roberto Costa -  Rio de Janeiro;

- 2011-09 –Offshore Europe 2011, Aberdeen, UK – Principal evento do setor de E&P no Mar do Norte, representando a indústria nacional de bens de capital;

- 2011-09 – Sinaval – Palestra doex-Presidente Luis Inácio Lula da Silva, Niterói;

- 2011-09 – Rio Pipeline Conference& Exposition 2011, Rio de Janeiro;

- 2011-09 – ABIMAQ/RENEST – Rodada deNegócios na Pernambuco Petroleum Business 2011, São Paulo;

- 2011-09 – Firjan – Fórum de Inovação e Competitividade 2011, Rio de Janeiro*;

- 2011-09 – Pré-Sal Brasil 2011 –Desenvolvimento da cadeia de fornecedores, Rio de Janeiro*;

- 2011-10 – OTC Brasil 2011, Rio de Janeiro;

- 2011-10 – Argentina Oil & Gas2011, Buenos Aires;

- 2011-10 – Renest – PernambucoPetroleum Business 2011, Porto de Galinhas;

- 2011-10 – Santos Offshore 2011*;

- 2011-10 – ONIP – Lançamento da 2ª fase do Catálogo de Navipeças, Rio de Janeiro;

- 2011-10 – Santos Offshore 2011 – Acadeia produtiva, Santos*;

-  2011-11 – IPD-Maq – Energia:oportunidades e desafios tecnológicos*;

- 2011-11 – CE-EPC – Debate nacional PL2177/11, Rio de Janeiro*;

- 2011-11 – Niterói Naval Offshore 2011– Oportunidades do Pós e do Pré-Sal, Niterói*;

- 2011-11 – Latin American Local Content Forum, Rio de Janeiro*.

*Com palestras realizadas pelo Diretor Executivo.

9. Eventos em 2012:

Além da continuação das atividades de 2011, estão programados os seguintes eventos em 2012:

-  Principais:  OTC 2012 – Houston (30/01 a 03/05)

GLOBAL PETROLEUM SHOW & CONFERENCE –Calgary (12 a 14/06)   

ONS 2012 – Stavanger(28 a 31/08)    

Rio Oil & Gas (17 a 20/09)

-  Outros: Navalshore (01 a 03/08)

SantosOffshore (16 A 19/10)

Niterói Offshore (05 a 08/11)

-  Palestras em diversos congressos, seminários eworkshops;

-  Palestras para empresários nas Sedes Regionais.

10. Projetos para 2012:

1. Atualização do catálogo qualificado de associadas fornecedoras para o setor de petróleo e gás, emversão na língua inglesa, com disponibilização de acesso gratuito no site do Conselho de O&G da ABIMAQ e sua divulgação no mercado comprador (operadorasde petróleo nacionais e estrangeiras, empresas epcistas, estaleiros, consultores, projetistas), organizações, consulados e instituições governamentais envolvidas com o setor, além de feiras e eventos do setor,iniciando pela Rio Oil & Gas 2012. Inserção gratuita para as empresas contribuintes do rateio Onip;

2. Realização deSeminário sobre Inteligência de Mercadono setor de óleo e gás,  abordando as técnicasde prospecção de negócios, ferramentas de compartilhamento da informação e disseminaçãodo conhecimento, acompanhamento do ambiente externo, aproveitamento dasvantagens comparativas, etc. O Seminário será realizado na sede da ABIMAQ/SP,no mês de julho. Participação gratuita para as contribuintes do rateio Onip.

3. Apoio àsempresas participantes na Feira de Mecânica da ABIMAQ, a ser realizada em São Paulo no mês de maio próximo, nos aspectos relativos à Indústria do Petróleo e Gás.

4. Coordenação dosseguintes Projetos do Prominp: Extensão do modelo do Programa de Sustentação do Investimento (PSI) para compras que não sejam para incorporar o ativo fixo –IND. P&G-63,   Estudo comparativo dos impactos da tributação na competitividade e propostas por segmento (válvulas, tubulação, equipamentos elétricos e equipamentos de caldeiraria) – IND.P&G-64 e Estimular a cadeia secundária de fornecedores com foco na produção nacional de fundidos e forjados – IND. P&G.

5. Coordenação do Pavilhão ABIMAQ na Rio Oil&Gas, aser realizado no Rio de Janeiro em setembro, sendo o maior evento do setor de petróleo na América latina e o segundo em termos internacionais.



by vm2

ABIMAQ - Associação Brasileira da Indústria de Maquinas e Equipamentos.
2018 Todos os direitos reservados.

Rua: Rua Santa Luzia, 735 - sala 1201 - Centro - CEP: 20.030-041 - Rio de Janeiro - RJ
Tel: (21) 2262-5566
E-mail: cog@abimaq.org.br